Atenção!

O projeto PES Magazine será descontinuado em 20 de Setembro

10.3.13

10.3.13

Comentários

PES 2014: Primeiras informações oficiais antes do lançamento da revista "The EDGE"

As primeiras informações sobre o PES 2014 que serão reveladas na revista "The EDGE" foram divulgadas por um dos assinantes! Veja abaixo alguns dos novos recursos do próximo jogo

Assinante de revista vaza as informações do PES 2014 antes do lançamento
A edição 252 da revista de games britânica "The EDGE" foi enviada para os assinantes e, felizmente, um deles teve a boa vontade de compartilhar os primeiros detalhes que serão revelados para o público apenas no dia 14. A informação que todos já conhecem é que o jogo é baseado na FOX Engine, mas no entanto é considerado agora um novo motor devido a ajustes para melhorias no jogo.

Além de um novo motor gráfico PES 2014 utilizara também uma nova física para simular colisões de forma nunca vista antes. Este ano a Konami está focando-se no trabalho gráfico foto-realista, e assim como em PES 2013, o jogo é construído a partir de três pilares principais. Abaixo você verá os primeiros detalhes.

Pro Evolution Soccer 2014: primeiros detalhes

- Motor com base na FOX Engine
- Motor referido como "Nova Engine"
- Novo motor de física/impacto que usa "baricentro físico", Baricentro físico: diferentes partes do corpo têm pesos diferentes
- Colisões são semelhantes à FIFA
- Resistência ao impacto das colisões dependem de qual parte do corpo é atingido
- Konami se concentra em "foto-realismo" para gráficos espetaculares
- Um close do rosto de um jogador japonês na capa da revista EDGE mostra os poros da pele muito bem detalhados e sobrancelhas individuais
- Uniformes são "separados" dos bonecos de jogadores
- Se um jogador se encostar no uniforme do jogador adversário esse uniforme ficara "amarrotado"
- O controle de bola será 3x maior do que geração atual, proporcionando mais dinâmica em disputas off-ball, enquanto os pés do jogador tentar tomar a bola do jogador adversário
- Você poderá definir um jogador por "zonas", isso permite que você tenha um jogador individual que só será permitido a se mover em uma pequena área do campo, defendendo.

Pro Evolution Soccer 2014 - Três pilares principais:


1. Baricentro Físico e Controle da Bola

O novo mecanismo permite uma separação maior entre o jogador e bola durante um domínio - três vezes o raio de separação de PES 2013. Um atacante será capaz de jogar seu peso corporal em um sentido e usar o pé do adversário para empurrar a bola para o outro lado, deixando os defensores fora de equilíbrio e ganhar espaço para um passe ou chute. Os jogadores têm centros específicos de equilíbrio do corpo, calculado pela localização do seu centro de gravidade, ou baricentro. Você vai ser capaz de controlar o peso do seu jogador e mudar em todos os momentos para usar toques de prática para empurrar a bola para longe de seus pés.
Iremos ver uma demo com animações e transições mais naturais e fluidas do que em FIFA 13. Você controla o jogador e a física leva a animação, e vice-versa. É difícil dizer como isso vai transformar a "sensação" do jogo, em vez de apenas ser admirável por trás das cenas, mas parece haver margem para um novo esquema de controle.

2. Contato físico

A Konami identificou isso como uma fraqueza nos jogos anteriores, mas agora os jogadores podem se acotovelar para ganhar espaço - mesmo sem a presença bola - para cabeçadas nos escanteios, ou para dominar um adversário maior. Você vai ser capaz de puxar a camisa do seu adversário (pano agora é separado do corpo do jogador e se estende). Ela trabalha em conjunto com a física e controle de precisão. Jogadores rápidos podem perder o equilíbrio e caírem, ou  empurrar a bola mais à frente para explorar a sua aceleração. "Anteriormente, fintas de corpo eram mais estética", admite Masuda. "Agora eles são uma tática fundamental."

3. Emulador de formação

Formações continuam a ser essenciais para o sucesso, mas agora você pode definir "zonas de jogo" para que seus jogadores-chave se concentrar em determinadas áreas táticas do campo.

Agradecimentos á Thomas, um dos assinantes da revista que enviou estas informações por email.

Comentário(s) via Facebook